terça-feira, 16 de outubro de 2012

Reflexões de uma "raqui"

Após a cirurgia, deitado na recuperação e ainda sob os assustadores efeitos de uma raquidiana, me vi refletindo sobre o que é  o homem, o quanto é difícil não ter controle motor dos membros inferiores (incluindo excretores e reprodutivo). Pensei na vidas dos "ex-paralíticos" da Bíblia e na forma como foram milagrosamente curados. De forma mais específica, lembrei-me do episódio em Cafarnaum, quando quatro homens conduziram o amigo a Cristo. Disse Jesus: "Filho, os seus pecados estão perdoados" (Mc. 2.5). Os escribas acharam absurda a ideia de Jesus perdoar pecados. Jesus perguntou o que era mais difícil, perdoar pecados ou curar da paralisia e o curou em seguida.... "toma o teu leito e anda" (v.9).
Me questionei: Se eu sofresse um acidente automobilístico ou qualquer coisa ocorresse que me deixasse paraplégico ou tetraplégico?

Bem irmãos, fiz a maior descoberta de toda a minha vida... ainda assim, paralisado eu seria grato a Deus, pois me é suficiente a Salvação e a certeza de uma eternidade em Sua gloriosa presença. Imaginem que imediatamente senti meu corpo queimar com essa verdade, meus olhos marejaram e a enfermeira, uma irmã em Cristo perguntou: "Tá doendo pastor?" Eu disse: Não minha irmã,  estou apenas conversando com Deus e sendo confortado no Seu amor.
Gosto de andar e tudo o mais que uma postura ereta me confere, mas não me revoltaria se as coisas se invertessem. Afinal, Ele me deu a Vida Eterna através do sacrifício de Cristo Jesus.
Sabe irmãos, posso dizer que pela Graça de Deus, uma "raqui" fez de mim um cristão melhor, totalmente satisfeito Nele!
Deus os abençoe!

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

"Crente do r@$% quente"

Antes de mais nada, quero pedir perdão pelo termo usado. Mas nada é mais adequado do que a infeliz imagem que se quer passar da mulher cristã, mais diretamente das protestantes. Nesse intento, a Rede Globo de televisão (ou manipulação) tem se especializado, como fez mais uma vez em uma de suas novelas. Quem me conhece, sabe que não vejo novelas globais há muitos anos, não só por serem globais, pois faço o mesmo com qualquer coisa que tenha compromisso com o que milito contra. Fico indignado, pois a coisificação da mulher brasileira segue tão furiosamente rápida que não deixou de fora as 'frequentadoras de igrejas', explico: Digo frequentadoras, porque os estereótipos da teledramaturgia são incapazes de apresentar vida genuinamente piedosa, justamente por não trazerem audiência. Esse tipinho é caracterizado pela superficialidade e devoção hipócrita, aliás a origem da palavra ator/atriz é hipócrita. Vive em oculto o que esconde com uma máscara piedosa. Estão sempre prontas a envergonhar o Evangelho e a Cristo. Podem "se segurar" por algum tempo, mas... fatalmente cairão.... e notem, SEMPRE HÁ CONOTAÇÃO SEXUAL!
Sabe qual é o problema? Nossas igrejas estão repletas disso!!!
Me entristece o espírito quando vejo que há quem vá a igreja com roupas dignas de balada universitária. Saias apertadas que fico imaginando como respira com tanto aperto, curtas que fica impossível dar mais de dois passos sem que seja preciso puxá-la para baixo novamente; blusas que tornam impossível a conversa se o irmão não focalizar um ponto bem no meio da testa da moçoila; transparências indizíveis... e pra quê, qual objetivo se esconde em tal artifício.... já há, infelizmente até "piriguete gospel".
Não estou tentando tapar sol com peneira, nunca fiz e nunca farei. É bem certo que o naipe em questão é cada vez mais visto a caricatura fica cada vez mais real. Mas não posso me calar enquanto mulheres honradas e verdadeiramente cristã são comparadas àquela coisa televisiva. Ainda que não seja árbitro da salvação alheia, mas "pelos frutos se conhecerá a árvore". deixemos algo bem claro, e é bom que guarde isso no coração, é melhor ainda que se propague isso.... essas NÃO SÃO CRENTES, NÃO CONHECERAM A GRAÇA E REDENÇÃO DA CRUZ, NÃO TEM PARTE NO REINO, PENSAM SER... MAS NÃO SÃO CRISTÃS...... pronto falei!
Completo dizendo que no fundo, no fundo, até gostei do noticiado.... assim os que ainda tem algum jeito e creio que são muitos, percebem que esta historinha de festival promessas, de artista gospel (ai, que asco!) na Som Livre e as "crentes de r@$% quente" nada tem haver com anúncio do Evangelho. A emissora platinada que apenas sua audiência.... ou melhor, o seu dinheiro! Quanto aos outros... bem esses já estão embriagados, sem consciência, rendidos e impotentes, não só continuam dando mais e mais audiência, como brigam "pelos esforços evangelísticos" em questão! 
Para reflexão:
Qual das estrelinhas de gizuiz, a galerinha gospel da Som Livre, quem divulgou uma nota de repúdio que fosse realmente convincente?
Te respondo.... "MAMON É REI"
Deus tenha misericórdia de sua Igreja!